Publicado por: Robert Pattinson | 12 de julho de 2009

Paul Morrison fala sobre Robert Pattinson

Diretor de Little Ashes fala das cenas de sexo gay de Pattinson
Paul Morrison, diretor de Little Ashes, um filme sobre o estranho, complexo e perigoso amor entre o poeta espanhol Federico Garcia Lorca e o pintor surrealista Salvador Dali, fala sobre conseguir o herói de Crepúsculo para o elenco.
Na época, Pattinson era apenas mais um ator britânico desconhecido(ele tinha feito Harry Potter), e Morrison não sabia que esse jovem daria atenção a esse pequeno filme, que começou em 8 de maio.
Paul Morrison: Eu amo o fato de que esse filme vai ter uma grande audiência, em parte graças as Rob, que de qualquer outra forma não faria esse tipo de filme. Nós aparecemos no Belfast Film Festival semana passada e lá tinham algumas grandes fãs de Rob, e elas amaram e pegaram o filme também, então é ótimo que as crianças serão ‘tocadas’ pelo filme.
Dish Rag: Fazer Salvador Dali é um papel desencorajador para um jovem ator.
PM: É, eu não acho que Rob não tinha percebido no que ele estava entrando quando ele aceitou fazer o papel, mas ele trabalhou duro nisso, lutou por isso, e eu acho que ele fez algo extraordinário. É bem difícil de fazer, porque você tem que ir com cuidado o tempo todo, fazendo Dali como um jovem adorável, o que ele era, e sugerindo o seu tipo de ‘pastiche’  que ele se tornou numa vida posterior, que ele apresentou para o público numa vida posterior, e isso tudo é uma ordem muito alta, e Rob submeteu-se a ela.
DR: A semelhança é realmente incrível.
PM: A intensidade foi importante, mas eu não estava realmente procurando por semelhança. E no desenvolvimento, eu também não estava procurando por imitação.
DR: Como você achou Robert Pattinson?
PM: Tinham um monte de ótimos atores britânicos quando eu o selecionei, há alguns anos. E eu acho que eu vi todos eles, todos que foram possíveis de ver, e na Espanha também. E, por razões financeiras da co-produção, nós tivemos que ter uma mistura de atores espanhóis e britânicos. E, originalmente, eu estava procurando o Rob para Lorca, e pensei que nós encontraríamos nosso Dali na Espanha. Mas ele ficou tão bem para Dali que eu mudei isso e nós selecionamos Dali na Inglaterra e Lorca na Espanha.
DR: E você não tinha nenhuma noção de toda essa coisa de Crepúsculo, e você apenas assistiu tudo isso acontecer enquanto seu filme estava ficando pronto para ser lançado.
PM: É, é extraordinário, de cair o queixo. E ótimo para nós. Para um pequeno filme como esse você precisa de um pouco de sorte.
DR: É ótimo ver um jovem ator assim, que, apesar da fama e de toda a adoração, está escolhendo  um caminho e pegando alguns papéis extremamente desafiadores e provocativos. Você acha que ele continuará nesse caminho?
PM: Ele é sério em relação a atuar e eu tenho certeza que ele vai querer fazer papéis que o desafiam. Não dá para dizer o quanto ele trabalhou duro para fazer Dali. Eu estava encorajando-o para apenas agir de acordo com o roteiro, mas ele, por si próprio, foi pesquisando e procurando saber mais sobre Dali. Ele trabalhou realmente duro por isso, tanto intelectualmente quando emocionalmente. Eu acho que está em seu sangue agora.. acho. Eu não acredito que ele ficará satisfeito fazendo papéis menos interessantes.
DR: Bom, ele certamente vai querer fazer mais que subir em pinheiros e voar por aí.
PM: É, eu tenho certeza que ele não está se queixando disso.
DR: Aquelas cenas de sexo gay e as cenas de nudismo foram tão difíceis para jovens atores como Rob e Javier Beltran?
PM: Eu acho que elas foram difíceis, mas eu acho que todas as cenas de sexo são complicadas, para todos os atores de todas as idades. E eu as acho difícil, certamente, para dirigir, e… você tem que ficar bem intenso sobre elas, e como diretor eu devo deixar claro para eles que eles estão agindo e não fazendo isso. Eu acho que provavelmente Rob achou mais difícil que Javier, para fazer a linha entre desenvolvimento e atuação. Ah, mas também isso foi dentro da natureza da peça, já que a sexualidade de Dali é tão complicada, complexa e misteriosa. E eu acho que até para ele próprio, e seu medo da sexualidade…. e, se você está fazendo esse papel, isso tudo meio que passa pra você, então eu acho que sexo e dor estavam tão entrelaçados com Dali que fazer essas cenas fica difícil, e a cena do sexo a três é uma cena inacreditavelmente difícil. Então fazer a cena é difícil, é sempre difícil.
Nós também perguntamos porque Rob Pattinson e Javier Beltran aparecem numa cena na água, com a iluminação super azulada e eroticamente cobrada, uma vez com cueca e depois, no quarto de Dali, sem roupas.
PM: É, acontece que Dali recorda essa cena depois, após a morte de Lorca, e em sua memória eles não estão usando cueca. Então aí tem a cena da nudez.

Diretor de Little Ashes fala das cenas de sexo gay de Pattinson

Paul Morrison, diretor de Little Ashes, um filme sobre o estranho, complexo e perigoso amor entre o poeta espanhol Federico Garcia Lorca e o pintor surrealista Salvador Dali, fala sobre conseguir o herói de Crepúsculo para o elenco.

rob Na época, Pattinson era apenas mais um ator britânico desconhecido(ele tinha feito Harry Potter), e Morrison não sabia que esse jovem daria atenção a esse pequeno filme, que começou em 8 de maio.

Paul Morrison: Eu amo o fato de que esse filme vai ter uma grande audiência, em parte graças as Rob, que de qualquer outra forma não faria esse tipo de filme. Nós aparecemos no Belfast Film Festival semana passada e lá tinham algumas grandes fãs de Rob, e elas amaram e pegaram o filme também, então é ótimo que as crianças serão ‘tocadas’ pelo filme.

Dish Rag: Fazer Salvador Dali é um papel desencorajador para um jovem ator.

PM: É, eu não acho que Rob não tinha percebido no que ele estava entrando quando ele aceitou fazer o papel, mas ele trabalhou duro nisso, lutou por isso, e eu acho que ele fez algo extraordinário. É bem difícil de fazer, porque você tem que ir com cuidado o tempo todo, fazendo Dali como um jovem adorável, o que ele era, e sugerindo o seu tipo de ‘pastiche’  que ele se tornou numa vida posterior, que ele apresentou para o público numa vida posterior, e isso tudo é uma ordem muito alta, e Rob submeteu-se a ela.

DR: A semelhança é realmente incrível.

PM: A intensidade foi importante, mas eu não estava realmente procurando por semelhança. E no desenvolvimento, eu também não estava procurando por imitação.

DR: Como você achou Robert Pattinson?

PM: Tinham um monte de ótimos atores britânicos quando eu o selecionei, há alguns anos. E eu acho que eu vi todos eles, todos que foram possíveis de ver, e na Espanha também. E, por razões financeiras da co-produção, nós tivemos que ter uma mistura de atores espanhóis e britânicos. E, originalmente, eu estava procurando o Rob para Lorca, e pensei que nós encontraríamos nosso Dali na Espanha. Mas ele ficou tão bem para Dali que eu mudei isso e nós selecionamos Dali na Inglaterra e Lorca na Espanha.

DR: E você não tinha nenhuma noção de toda essa coisa de Crepúsculo, e você apenas assistiu tudo isso acontecer enquanto seu filme estava ficando pronto para ser lançado.

PM: É, é extraordinário, de cair o queixo. E ótimo para nós. Para um pequeno filme como esse você precisa de um pouco de sorte.

DR: É ótimo ver um jovem ator assim, que, apesar da fama e de toda a adoração, está escolhendo  um caminho e pegando alguns papéis extremamente desafiadores e provocativos. Você acha que ele continuará nesse caminho?

PM: Ele é sério em relação a atuar e eu tenho certeza que ele vai querer fazer papéis que o desafiam. Não dá para dizer o quanto ele trabalhou duro para fazer Dali. Eu estava encorajando-o para apenas agir de acordo com o roteiro, mas ele, por si próprio, foi pesquisando e procurando saber mais sobre Dali. Ele trabalhou realmente duro por isso, tanto intelectualmente quando emocionalmente. Eu acho que está em seu sangue agora.. acho. Eu não acredito que ele ficará satisfeito fazendo papéis menos interessantes.

DR: Bom, ele certamente vai querer fazer mais que subir em pinheiros e voar por aí.

PM: É, eu tenho certeza que ele não está se queixando disso.

Javier e Robert(lorca e dali)

DR: Aquelas cenas de sexo gay e as cenas de nudismo foram tão difíceis para jovens atores como Rob e Javier Beltran?

PM: Eu acho que elas foram difíceis, mas eu acho que todas as cenas de sexo são complicadas, para todos os atores de todas as idades. E eu as acho difícil, certamente, para dirigir, e… você tem que ficar bem intenso sobre elas, e como diretor eu devo deixar claro para eles que eles estão agindo e não fazendo isso. Eu acho que provavelmente Rob achou mais difícil que Javier, para fazer a linha entre desenvolvimento e atuação. Ah, mas também isso foi dentro da natureza da peça, já que a sexualidade de Dali é tão complicada, complexa e misteriosa. E eu acho que até para ele próprio, e seu medo da sexualidade…. e, se você está fazendo esse papel, isso tudo meio que passa pra você, então eu acho que sexo e dor estavam tão entrelaçados com Dali que fazer essas cenas fica difícil, e a cena do sexo a três é uma cena inacreditavelmente difícil. Então fazer a cena é difícil, é sempre difícil.

Nós também perguntamos porque Rob Pattinson e Javier Beltran aparecem numa cena na água, com a iluminação super azulada e eroticamente cobrada, uma vez com cueca e depois, no quarto de Dali, sem roupas.

PM: É, acontece que Dali recorda essa cena depois, após a morte de Lorca, e em sua memória eles não estão usando cueca. Então aí tem a cena da nudez.

Fonte.


Responses

  1. Aaain :s’


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: